18 de setembro de 2015

Serra Pelada


Como segunda e quarta tivemos aqui no blog posts que envolviam Wagner Moura, resolvi fazer mais um e estabelecer a “Semana Wagner Moura”, falando um pouquinho sobre o filme “Serra Pelada” que ele participa na pele de Lindo Rico sim, esse é o nome do personagem.

Serra Pelada fica localizada no sul do Pará, é o maior garimpo a céu aberto do mundo e presenciou, na década de 80, o que ficou conhecido como “corrida moderna do ouro”.

Foto:Divulgação

Com um roteiro que demorou 4 anos para ficar pronto, o filme “Serra Pelada” conta a história de Juliano, o Grandão (Juliano Cazarré) e Joaquim, o Professor (Júlio Andrade), dois amigos que decidem largar a vida em São Paulo e tentar a sorte no garimpo. Ao longo do tempo os dois vão percebendo suas personalidades mudarem e como eles mesmos concluem, o lugar faz com que fiquem ruins.

Wagner Moura como Lindo Rico
Foto:Divulgação

Agora vamos falar de coisa boa? Vamos falar de Tekpix Wagner Moura! Com uma caracterização bem diferente da que estamos acostumados a ver o ator, Wagner aparece bem pouco no filme, mas arrasa muito! O ator estava cotado para viver um dos protagonistas ao lado de Daniel de Oliveira, mas a programação das filmagens sofreu um adiantamento e nenhum dos dois atores puderam protagonizar o filme. Daniel saiu de vez das filmagens, enquanto Wagner recusou um papel secundário no reboot de RoboCop que José Padilha estava dirigindo, para viver Lindo Rico, um dos “reis” do garimpo.

Sophie Charlotte e Matheus Nachtergaele
Foto:Divulgação

Dirigido por Heitor Dhalia, o filme conta ainda com Matheus Nachtergaele outro ator brasileiro sensacional como Coronel Carvalho e Sophie Charlotte em sua estreia cinematográfica, interpretando Tereza.

Foto:Divulgação

Para fazer as cenas da Serra, foi usado na verdade o espaço de uma antiga mineradora com tamanho equivalente a dois campos de futebol e cem metros de profundidade, sendo necessário 1.600 figurantes para simular bem o chamado “formigueiro”.

O filme retrata bem o nível exagerado que a ganância pode atingir, sendo capaz até mesmo de transformar o homem em um ser primitivo que consegue pensar apenas no próprio desejo, não importando quem está ao seu redor.


Ah! Se você tem o costume de achar filme nacional pornográfico, nesse vou ter que concordar: melhor tirar as crianças da sala!

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia