5 de fevereiro de 2016

Making a Murderer


Making a Murderer é mais uma excelente produção original Netflix, mas antes de esperar a ação que o título sugere, devo avisar que é uma série documental baseada em acontecimentos reais, então o ritmo é mais lento e com muuuitaaa informação por episódio, mas que com certeza me prendeu bastante...

Making a Murderer trata de um famoso caso criminal ocorrido no estado americano de Winsconsin, envolvendo Steven Avery. 


steven avery criança
Foto: Divulgação
Steven Avery quando era criança

Steven Avery nasceu em 9 de julho de 1992 em Manitowoc, Winsconsin, onde aparentemente teve uma infância feliz e tranquila e uma adolescência com alguns problemas com a lei, mas nada muito grave. Até que em 1985, Avery é acusado de tentativa de homicídio e agressão sexual.


steven avery família
Steven, sua primeira esposa e seus filhos

Durante todo o julgamento Steven sempre disse que era inocente, tinha um álibi e garantia para todos que não era um criminoso. No entanto, as autoridades não acreditavam em seu álibi, para eles Steven era culpado e deveria ser preso. Toda a acusação girou em torno de encaixar Steven na cena do crime e assim foi feito. Steven Avery foi preso.

Após 18 anos na prisão, Avery finalmente conseguiu provar sua inocência a partir de um exame de DNA feito com amostras coletadas na época do crime. Infelizmente, em 1985 a tecnologia não era avançada o suficiente para garantir que esse exame fosse feito e garantisse a liberdade de Steven naquela época.


steven avery familia
Steven e seus pais

Decepcionado por passar 18 anos de sua vida preso por um crime que não cometeu, Avery resolve mover uma ação judicial que tinha por objetivo ganhar uma indenização de 36 milhões de dólares e denunciar os policiais que promoveram sua injustiça.


teresa halbach
Teresa Halbach

Durante esse processo e apenas 2 anos após Steven ser solto, um novo crime assusta Manitowoc. A jovem fotógrafa Teresa Halbach, de 25 anos desaparece. A última pessoa a vê-la é Steven Avery. Alguns dias após o desaparecimento de Halbach, seus restos mortais são encontrados no ferro velho da família Avery, mais precisamente atrás da casa de Steven.

Dessa vez parece haver provas suficientes para condenar Avery a prisão perpétua, mas esse insiste em dizer que é inocente e que não cometeu crime algum. Brendan Dassey, sobrinho de Steven Avery começa a dar depoimentos contraditórios, hora assumindo ser cúmplice do tio, hora afirmando que nada do que ele disse é verdadeiro. Tudo isso começa a complicar a vida do acusado que luta para provar sua inocência mais uma vez. 


brendan dassey
Brendan Dassey, sobrinho de Steven Avery

A série, apesar de falar sobre a primeira prisão, tem o foco voltado para o segundo julgamento e busca exibir de forma abrangente os argumentos tanto da defesa quanto da acusação. Além disso, trata também do julgamento de Brendan e de como a família ficou devastada com esses acontecimentos.

Não é muito difícil simpatizar com Steven e toda a família Avery, logo no início da série você já escolhe um lado e acho que até inconscientemente no trailer da série você já faz essa decisão. Eu mesma assisti a série para ver Steven livre de todas as acusações...


Não consegui achar o trailer legendado,
mas acho que assim já dá para sentir o drama.

SPOILER ALERT! SPOILER ALERT! SPOILER ALERT!


Infelizmente o meu desejo de ver Steven Avery solto não se tornou realidade, mas pesquisando um pouco mais sobre o caso na internet, descobri que a série foi um grande passo para retomar a busca pela liberdade de Steven. A família Avery tem um site que busca informar as pessoas e não deixar o caso ser esquecido, visando sempre que tanto Steven quanto Brendan tenham sua liberdade de volta. Além disso eles tem um perfil no Instagram muito bem humorado aliás, um canal no Youtube e uma página no Facebook, todos com o mesmo objetivo do site. 

Recentemente aparentemente por causa da série foi criado um abaixo assinado online que tem por objetivo reabrir o caso de Steven, rever seu julgamento e libertar ele e o sobrinho. A meta que eles não deixaram em aberto é de 500.000 assinaturas e no momento que esse post foi escrito faltavam apenas cinco mil e poucas assinaturas para atingirem a meta sem a necessidade de dobrá-la.

Espero que com esse abaixo assinado e o recomeço do julgamento a Netflix faça uma segunda temporada para nos deixar por dentro do caso Avery- Dassey.


steven avery
Steven em sua primeira prisão (1985) e em sua segunda prisão (2005)

Pelo o que vocês puderam perceber nesse post eu acredito que Steven Avery e Brendan Dassey são inocentes e espero que tenham sua liberdade de volta. E vocês? Tem a mesma opinião que a minha? Se ainda não tiverem assistido, eu super recomendo, pois como eu já disse, a série não tem um ritmo rápido, mas é interessante ver como são avaliados os interesses e o jogo de poder em um caso real.

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

4 comentários:

  1. Que caso bizarro! No primeiro caso ele foi provado inocente, embora pagou caro por algo que não cometeu, mas no segundo caso, fica a interrogação dos restos da garota encontrado no local onde ele mora. Será que policiais corruptos, ou parentes desses fizeram esse crime e plantaram essas provas na casa dele por que ele queria processar os PMs e os que o acusaram injustamente do primeiro crime? Resta saber. Desejo que a justiça seja feita no caso dele, certamente ninguém gostaria de está na pele dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O caso dele é realmente bizarro. Você usou a melhor palavra para definir tudo isso. E quanto aos restos mortais encontrados próximo a casa dele e todas as outras provas, os advogados de defesa sempre conseguem prejudicar a teoria da acusação, o que faz com que o expectador fique na expectativa de que Steven seja inocentado. A série é realmente muito boa, vale muito a pena

      Excluir
  2. Passei no abaixo assinado e realmente a meta não foi dobrada, ainda bem XDDD
    Então, eu comecei a ver a série, tava achando legal, mas não entendi nada (talvez porque minha amiga não parasse de pausar e falar) ai parei logo no 1o episódio
    Me lembrou bastante as séries do ID, vocês assistem? :P Sou super viciada.
    Foi lá que eu aprendi tudo sobre crimes e leis americanas. E uma coisa que eu sei, a Polícia la quando não tem um culpado, acaba escolhendo um dos suspeitos mais estranhos e coloca p/ Cristo. Não sei quem ganha com isso (sei sim, o culpado que continua solto)
    Eu gostei bastante da resenha, até acabei lendo o spoiler, de tão legal que tava, mas tudo bem, vou agora mesmo assistir ao 2o episódio :P
    Bjoo:***
    Nerd e Pijama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol! <3 É sempre muito bom te ver por aqui! *.* Que bom que a meta não foi dobrada! Hahahaha. E eu nunca vi nenhuma série do ID, mas foi exatamente essa coisa de colocar pra Cristo que aconteceu com Steven. Aparentemente os policiais não queriam ele por ai e resolveram que ele tinha que ficar preso a qualquer custo. Fico feliz que tenha gostado da resenha e te garanto que não vai se arrepender de assistir a serie!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia