22 de junho de 2016

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Dirigido, roteirizado e produzido por Daniel Ribeiro, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014) é um longa brasileiro que foi a aposta daquele  ano para os indicados ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, mas mesmo não tendo concorrido à estatueta dourada, foi sucesso de crítica e público nacional e internacional.

Baseado no curta "Eu Não Quero Voltar Sozinho" de 2010, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho nos apresenta, com delicadeza e profundidade, os dilemas típicos do universo adolescente, mas com um protagonista deficiente visual.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho
Foto: Divulgação

Leonardo (Guilherme Lobo) tem uma vida normal, na medida que seus pais superprotetores permitem.  Vai à escola, sofre o temível bullying por parte dos colegas, deseja fazer um intercâmbio (para desespero dos pais), mas tem uma única amiga de infância que o ajuda em suas necessidades, o apoia e são inseparáveis: Giovana (Tess Amorim).

Inseparáveis até  o momento em que um aluno novo entra na sala dos dois, Gabriel (Fabio Audi). Por ser novato, logo chama a atenção de todas as meninas, inclusive da Gi, e por morarem perto (exceto Gi, que sempre ia até a casa do Leo, o deixava e depois retornava para sua casa) os três acabavam indo juntos embora.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho
Foto: Divulgação

Nesse  intervalo, Leo e Gabriel começam a desenvolver uma amizade interessante de se ver. Por não ter costume com uma pessoa cega, Gabriel sempre faz alguns comentários  e convites que poderiam ofendê-lo, mas Leo se deixa descobrir novas experiências através dos comentários escapulidos do novo amigo: vão ao cinema, e até mesmo "ver" um eclipse (foragidos, em plena madrugada). 

Esses momentos foram, para mim, os mais bonitos de se ver na tela. Existia uma profundidade em cada momento que me emocionou muito. E além das descobertas de coisas simples, como a sensação de andar de bicicleta, Leo começa a criar um interesse por Gabriel, o que torna o filme com um tema mais atual e com uma proposta séria, o que faz com que o longa passe longe de ser mais do mesmo.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho
Foto: Divulgação

Vale destacar a trilha sonora INCRÍVEL do longa! Como o Leo é apaixonado por música clássica, Gabriel fica responsável por introduzir algumas músicas mais moderninhas à playlist dele: e que músicas moderninhas! Muito boas! E como utilidade pública, caso se apaixone pela música do trailer, é essa aqui, ó: There's Too Much Love, de Belle e Sebastian.


É um filme divertido, contemporâneo e com uma leveza difícil de explicar. Dentre os inúmeros prêmios que o longa recebeu, podemos destacar:
*Melhor Filme - Prêmio do Público - Troféu Grande Otelo - Grande Prêmio do Cinema Brasileiro; 
*Prêmio Teddy - Berlinale 2014 (Alemanha); 
*Melhor Filme - Prêmio do Público - 2014 Guadalajara Internacional Film Festival (México); 
*Melhor Filme - Prêmio do Público - Athens International Film Festival (Grécia) e 
*Melhor Roteiro - 2014 Skip City International D-Cinema Festival (Japão). 
Caso queira conhecer todos (já que são muitos) você pode clicar AQUI e ficar por dentro! ;)

E se tiver assistido ao filme, deixe sua opinião nos comentários. E se ficou com interesse em assisti-lo, não deixe de me contar depois o que achou! ;)

P.S. Disponível na Netflix! \o/

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

2 comentários:

  1. A obra é maravilhosa, tão simples e arrebatadora né
    Beijos
    www.charme-se.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É um filme incrível mesmo! Encanta por sua simplicidade! Beijos! :*
      Volte Sempre às Quatro! s2

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia