27 de julho de 2016

Daytripper


Daytripper é uma HQ brasileira escrita pelos gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon e mundialmente premiada. Ganhando inclusive um Prêmio Eisner, o mais importante prêmio das HQ's, em 2011, na categoria de "Melhor Série Limitada".

Ela conta a história de Brás de Oliveira Domingos, um jornalista que trabalha na sessão de obituários de um jornal. Começando por esse ponto, a HQ passa por diversas fases da vida de Brás, desde a infância até a velhice. Cada capítulo é nomeado com idade do personagem naquela fase e sempre termina com a morte do mesmo.

Há pouco tempo atrás meu namorado comprou um exemplar e me emprestou para ler. Então vamos fazer uma linda resenha dupla para vocês!

Opinião I

por Amanda Campanha


Não sou uma grande conhecedora de HQ's e pra falar a verdade, essa foi a primeira que li na minha vida. Então eu não sei falar sobre o desenho e a parte mais técnica da mesma, mas considerando que foi a minha primeira HQ e que eu a li de uma única vez, isso deve ser um bom sinal.

Quando o Leo, vulgo meu namorado, foi comprar, o site da livraria deu algum bug e ele não conseguiu completar o cadastro, como eu já tinha cadastro, acabei pedindo pra ele e a HQ chegou aqui em casa. Com isso ele ficou super me pedindo pra ler (sim, ele quer me fazer gostar de HQ, mas eu não consigo me acostumar muito bem). Depois de muita insistência eu li e realmente gostei.

Como eu disse, a leitura me prendeu o suficiente pra me fazer lê-la de uma única vez. Eu fiquei tão envolvida com a história e achando tudo tão bizarro que simplesmente não conseguia parar de ler.


Já tinha sido advertida de que ficaria pensando na história por um bom tempo depois de finalizar a leitura. E isso realmente aconteceu. Resumindo em pouquíssimas palavras o conteúdo da HQ: ela trata das muitas mortes que uma pessoa pode ter! (Achou filosófico, fui eu que inventei hahahaha).

Por mais que pareça, a morte nesse caso não é uma morte física e sim uma morte em sentido figurativo. Talvez a melhor expressão nesse caso seria "a transformação de um indivíduo em outro". Cada acontecimento que acontece marca Brás de uma maneira tão intensa que faz com que se transforme e nunca mais consiga voltar a ser quem era antes. Isso fica mais claro em momentos como a perda de seu melhor amigou ou o nascimento do seu filho.

Acho que o principal motivo de ser uma história tão marcante e que te faz pensar por tanto tempo sobre ela é o fato de que qualquer pessoa poderia estar perfeitamente no lugar de Brás, inclusive você mesmo. 

E sim, eu fiquei muito pensativa sobre a vida e sobre como cada ato pode ser decisivo e nos levar a uma mudança radical, seja ela esperada ou não. Daytripper é com certeza uma HQ que deveria ser lida por todas e é motivo de orgulho que uma obra tão interessante tenha sido escrita por brasileiros.

Opinião II

por Leonardo Silva



Daytripper é uma HQ diferente, sim, nem toda HQ é de super heróis como a grande maioria pensa.

Em primeiro lugar, queria falar tecnicamente: Daytripper é uma ótima HQ para quem quer aprender a ler HQ, uma leitura fácil e sem corte de cronologia, além de um traço próprio e uma HQ muito bem colorida.

Por outro lado, Daytripper é bastante reflexiva, e tem várias e várias interpretações diferentes para a história, então se você teve uma interpretação diferente de alguém não esquenta, Daytripper é assim :D

Existe muitas perguntas  importante e reflexivas nessa HQ que é " Quais são os dias mais importantes da sua vida  " , " Seus sonhos dizem quem você é ? ".


Admito que essa HQ me fez pensar bastante na minha vida, como atitudes, momentos, sonhos e realizações. Existe um trecho que me tocou bastante que é " Não sei dizer que idade tenho, mas apenas que sou jovem demais para questionar se no passado fiz as perguntas certas, e velho demais para esperar que o futuro traga todas as respostas. " (Já percebeu o quanto essa HQ é reflexiva né ?? Hahahaha)

Como a Amanda falou Daytripper é uma HQ que deveria ser lida por todo mundo, essa vai ser uma das HQ's que sempre vou recomendar para alguém, pode ter seus 18 anos e ainda não sabe o que vai traçar para a vida, como carreira ou sonho que sempre teve. Ou um idoso que acha que viveu bastante e sabe tudo da vida, porém a vida é pequena demais para saber de tudo. Ou até alguém com seus 30 anos que está começando a traçar planos para um filho ou dar um passo grande na vida.


Sim, Daytripper se encaixa para qualquer situação, basta você querer algo para a sua vida, e não deixar isso morrer a cada dia que passa, pois cada dia que passa na nossa vida é o primeiro e o último, então respire fundo, abra os olhos e vamos viver.


Vocês conheciam essa HQ super diferente? Quem já conhece, conta pra gente as interpretações que tiveram. Quem ainda não conhece, corre para ler, porque realmente vale a pena.


Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia