5 de setembro de 2016

Prison Break: 2ª Temporada

Prison Break: 2ª Temporada

Estamos aqui novamente pra falar sobre essa série incrível: Prison Break! Se você ainda não assistiu a primeira temporada, esse post não é pra você! Leia Prison Break: 1ª Temporada que você vai conhecer um pouco da trama e dos personagens. Mas se você ainda não viu a segunda, pode continuar sem medo e aproveita pra voltar a assistir! ;)


SPOILER ALERT! SPOILER ALERT! SPOILER ALERT!


Nem precisa dizer que esse post tá recheado de spoiler, né? Não tem como falar da segunda temporada sem comentar acontecimentos marcantes da primeira, além do final, é claro. Se você ainda insiste em continuar lendo esse post mesmo depois dessa insistência toda minha, saiba que é por sua conta e risco! ;)

Prison Break: 2ª Temporada

Enquanto na primeira temporada tínhamos todo um cenário fixo, que era dentro da cadeia, fiquei com medo da segunda temporada perder um pouco da beleza e não ser tão boa quanto a primeira. E foi aí que eu me enganei! Ela foi incrivelmente maravilhosa!

Enquanto que na primeira temporada o maior problema era Michael Scofield tirar Lincoln Burrows do presídio, vivo, nessa segunda temos vários outros decorrentes das escolhas dos dois. Quais consequências o fato de contribuir na fuga de um mafioso ou um pedófilo trará na consciência dos dois? Como ficará o lado profissional de Pope, que tanto lutou por um tratamento digno aos presos? Neste momento em que é cada um por si, em relação aos demais fugitivos, será que o plano perfeito de Scolfield dará certo?

Como o primeiro post já tinha ficado gigantesco, faltaram 2 personagens tão interessantes quanto os outros e que também conseguiram fugir com Scofield, Burrows, T-Bag, Abruzzi, C-Note e Sucre: Tweener e Patoshik. Então nesse post vou falar um pouco dos dois e dos demais personagens! 


David "Tweener" Apolskis

David "Tweener" Apolskis

Preso por furto, o típico mão leve, Tweener (Lane Garrison) teve sua pena aumentada por ter furtado  uma figurinha de coleção raríssima, e ele afirma que não tinha conhecimento disso. Por ser novato, passou por maus bocados na primeira temporada, e, por ser do tipo dedurador, não tem apoio dos outros presos durante a fuga e tem que se virar sozinho.


Charles "Haywire" Patoshik

Charles "Haywire" Patoshik

Com nítidos problemas psicológicos, que sugerem esquizofrenia, Patoshik (Silas Weir Mitchell) apenas fugiu porque seguiu Scofield e ameaçou chamar os guardas, mas no primeiro momento fora da penitenciária, é deixado para trás pelos demais fugitivos.


Paul Kellerman

Paul Kellerman

Se não bastasse todas as atrocidades que esse indivíduo fez na primeira temporada, ele está de volta mais firme do que nunca, mesmo sendo levado a escanteio e tratado de forma diferente pela então Presidente dos Estados Unidos. Kellerman (Paul Adelstain) nos faz ter ódio em cada momento que ele aparece em cena, mas ele é de grande importância para o desenrolar da história.


Caroline Reynolds

Caroline Reynolds

Essa vadia é a responsável por tooodos os problemas que fizeram que a série surgisse (então ela é bem boa, né? hahaha). Se não bastasse acabar com a vida de um bom jovem, para Caroline (Patricia Wettig) acabar com o presidente pra mudar seu status de vice, não será seu maior problema. Mas seus problemas realmente se tornam maiores quando Scofield está a solta e seus segredos cada vez mais pertos de serem divulgados.


Terrence Steadman 

Terrence Steadman

O suposto homem que fora assassinado por Burrows, mais vivo impossível, é encontrado por Veronica Donavan. Mas será isso suficiente? Será que ele está escondido contra sua vontade? Até quando isso continuará assim? É, deu pra perceber que quando se trata de Steadman só temos perguntas sem respostas. Vale deixar uma observação, que foi notada por quem tem olhos mais perspicazes: Steadman foi interpretado por John Billingsley nos primeiros episódios e por Jeff Perry na segunda temporada. Não me pergunte o porquê! :)


William Kim

William Kim

Responsável por vários atritos envolvendo Paul Kellerman, esse daí foi o escolhido por Caroline Reynolds para ser seu novo capacho, jogando Kellerman pro escanteio. Se não bastasse isso, Kellerman não podia conversar direto com a presidente, mas sim com Kim (Reggie Lee). E não precisa dizer que ele manda e desmanda e é um dos personagens mais irritantes. Tinha vontade de enforcá-lo. Toda vez.


Aldo Burrows 

Aldo Burrows

Esse colega aí, Aldo (Antony John Denison), apareceu a primeira vez na primeira temporada em um momento extremamente oportuno: na execução de seu filho. Além de deixar Lincoln desesperado por seu pai ter aparecido sem que ninguém notasse, ele tem presença registrada ao longo da série e explica o porque de Lincoln ter sido o escolhido pra ser o suposto assassino de Steadman. Além disso, conta quais motivos o levaram a abandonar sua família. 


Alexander Mahone

Alexander Mahone

Esse é o personagem novato mais incrível da segunda temporada. Enquanto toda a vantagem e esperteza de Scofield estava nas tatuagens em seu corpo, que o faziam estar sempre um passo à frente, agora são as mesmas tatuagens que fazem com que seu plano corra o sério risco de dar errado. E quem interpreta os códigos em tatuagem? Ele mesmo: Alex Mahone (William Fichtner). Mas é claro que ele não é uma pessoa tão legal, como todos na série. Cada um tem sua peculiaridade, e os supostos problemas psicológicos de Alex o tornam mais interessante ainda.

Esse post foi mais para apresentar os personagens novatos que possuem certo espaço na segunda temporada, ou os que de certa forma, não ganharam tanto espaço no primeiro post. Mas espero que você tenha gostado e que, caso já tenha assistido, tenha matado a saudade de cada um deles, mesmo que seja só um pouquinho! ;)

Não deixe de comentar me contando quais foram suas impressões sobre essa temporada da série. E aguarde que já já conversaremos sobre a terceira temporada, hein?


Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia