5 de outubro de 2016

O Retrato De Dorian Gray

O Retrato De Dorian Gray - Oscar Wilde

No meu aniversário eu ganhei de um amigo da faculdade uma edição maravilhosa de "O Retrato de Dorian Gray", Oscar Wilde. Obrigada, Guilherme! :)

A edição é capa dura e bilíngue e eu fiquei tão apaixonada que eu a li desesperadamente. Preciso confessar que só lia a parte em inglês quando estava sozinha no silêncio do meu quarto, porque me exigia mais atenção...

A história, obviamente, gira em torno de Dorian Gray, um jovem extremamente bonito e educado da elite inglesa. Porém, logo no início do livro, não somos apresentados diretamente a Dorian, e sim a Basil Hallward, um talentoso pintor, bem relacionado e conhecido entre a classe alta da época.


O Retrato De Dorian Gray - Oscar Wilde

Em uma festa da elite, Basil é apresentado a Dorian e se encanta pelo rapaz, deixando subentendido uma paixão homossexual por parte de Basil. A partir de então, os dois se tornam grandes amigos e Basil se propõe a pintar um retrato de Dorian, visando eternizar a beleza do jovem.

Certa tarde, enquanto Basil trabalha em alguns detalhes do quadro e espera a chegada de Dorian, para que este pose para seu retrato, Hallward recebe a visita de seu grande amigo, Lorde Henry "Harry" Wotton. 

Basil conta para Lorde Henry tudo que sabe sobre o jovem rapaz que está pintando, mas insiste que Wotton não o conheça, pois tem medo de que o Lorde corrompa a pureza de Dorian e o deixe tão mundano quanto é.


O Retrato De Dorian Gray - Oscar Wilde

No entanto, Harry fica extremamente curioso e decide aguardar a chegada de Gray, uma vez que conhecê-lo havia se tornado uma necessidade. Não demora muito e o medo de Basil se torna realidade: Lorde Henry corrompe o jovem Dorian Gray com suas ideias hedonistas e o incita a viver a vida em sua plenitude, conhecendo todos os seus prazeres...

Quando o quadro fica pronto, os três homens ficam maravilhados com a beleza e o quão realista ele é. Basil tem certeza de que é sua obra prima. Harry quer comprá-lo a qualquer custo. E Dorian só deseja que sua beleza seja conservada para sempre como foi pintada e que ele nunca envelheça.

Prefiro não contar o que acontece depois desse desejo impensado de Dorian, pois o livro realmente vale a pena ler sem saber muito, como eu fiz. É interessante descobrir aos poucos o que um ser humano é capaz de fazer quando se vê sem limites.


O Retrato De Dorian Gray - Oscar Wilde

O livro foi lançado originalmente em 1890, de forma periódica em uma revista literária norte-americana e só depois virou um livro propriamente dito. Por ser uma publicação antiga, eu achava que a leitura seria difícil e que eu precisaria de um dicionário o tempo inteiro. Mas o que aconteceu foi o contrário. A leitura foi fácil e capaz de me prender bastante. Porém, um aspecto que me chamou a atenção, além dos diálogos cheios de significados e as referência sobre a cultura da época, foram o parágrafos longos. Alguns deles se desenvolvendo por mais de uma página, o que é bem diferente do que vemos nos livros atuais.

No mais, a leitura foi super tranquila e interessante, e aborda diversos aspectos do ser humano que tenho certeza que você ainda não tinha pensado a respeito!


O Retrato De Dorian Gray - Oscar Wilde
O Retrato De Dorian Gray
Autor: Oscar Wilde
Editora: Landmark
Páginas: 223
Avaliação: 

Gostou da indicação? Já leu? Então me conta o que achou! Se ainda não leu, me conta se quer ler! Se tiver algum livro para indicar, é só deixar nos comentários, vou adorar conhecer!

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

4 comentários:

  1. gente!!! esse livro é muito maravilhoso <3
    é como você disse, a leitura é fácil! pq já teve amiga minha que disse que não ia ler esse baita clássico pq achava que seria difícil.
    me bateu vontade de reler haha
    =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai gente! Não ler por causa da linguagem do autor é bobagem.
      Eu mesma achei que seria difícil, mas me dei esse desafio e me surpreendi muito positivamente!
      Obrigada pelo carinho e volte Sempre às Quatro! <3

      Excluir
  2. Eu amo esse livro! ♥ É um dos meus preferidos da vida, inclusive. A escrita do Oscar Wilde é extremamente fluída. E que edição maravilhosa essa, hein! Dessa coleção, tenho apenas O Morro dos Ventos Uivantes e Drácula.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita do Oscar Wilde é realmente muito fluida e prende a gente na leitura!
      Dessa coleção eu tenho só O Retrato de Dorian Gray mesmo, mas pretendo comprar outros livros, porque ela é realmente muito linda! *.*
      Um beijo e volte Sempre às Quatro!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia