11 de janeiro de 2017

The OA

The OA

Gosto de indicar aqui no blog apenas o que eu achei bom o suficiente para indicar, ou então compartilhar minha sensação sobre algo que me deixou decepcionada o suficiente. A história de The OA se encaixa na segunda opção. :I

The OA é uma série original Netflix, estrelada, idealizada, escrita, (a mulher fez quase tudo, pena que eu não gostei) por Brit Marling. Série essa que eu me induzi em erro (sozinha, veja bem) quanto ao conteúdo. Vou falar bem pouco porque o "legal" da série é ir descobrindo aos poucos o que aconteceu com a personagem principal.

Prairie (Brit Marling) ficou desaparecida por 07 anos, e é vista, através de uma gravação que foi parar no YouTube, pulando de uma ponte. Os pais vão ao encontro da moça  e descobrem uma peculiaridade: ela está enxergando! Além disso, ainda no hospital, a enfermeira os alerta que a moça possui cicatrizes estranhas nas costas, mas que se recusa a dizer do que se trata.


Sim, através dessas informações eu pensei que seria a melhor série do mundo, principalmente ao final do primeiro episódio, em que ela começa a contar para um grupo sua história desde quando ela era bem criança. Esse final de episódio é o melhor da série inteira, pra mim, pelo menos. Nos demais episódios ela continua na linha do tempo e nos conta o que aconteceu com ela durante esses 7 anos em que esteve desaparecida.

A série conta com 08 episódios, alguns muito grandes, mais de 01 hora, outros bem pequenos, 30 minutos, o que eu já estava agradecendo porque estava doida que acabasse mesmo. Desculpa se estou te desanimando, mas é minha experiência que estou narrando. Caso tenha ficado com vontade de assistir, meu namorado gostou, muita gente no YouTube gostou. Eu que não consegui levar a sério certas coisas que aconteciam. Quando o intuito era emocionar e causar impacto eu só conseguia rir. MIDISGUPI.

MAS, sempre tem uma parte boa, não é mesmo? Além dos personagens mais juvenis, que me encantaram, o que eu mais gostei foi de ter descoberto a Sharon Van Etten, uma cantora maravilhosa que interpreta a Rachel na série. Como não quero dar spoilers, já vou parar esse post por aqui. Só queria compartilhar minha decepção aqui nas internets mesmo! :)
Curta a musiquinha da Van Etten! ;)


Espero que você não tenha ficado tão decepcionado com esse post (ou com a série). Não esqueça de me contar sua experiência aqui nos comentários!

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia