26 de abril de 2017

O Menino Que Desenhava Monstros



O Menino Que Desenhava Monstros é um suspense escrito por Keith Donohue e conta a história de Jack Peter, uma criança de 10 anos que tem Síndrome de Aspeger.

Três anos antes dos acontecimentos da história, Jack sofreu um acidente na praia e quase se afogou. Desde então a vida da criança e dos pais se transformaram completamente, já que ele não passou a não sair de casa e ter um comportamento distante.


As idas aos médicos se tornaram uma novela a parte, já que para sair de casa era necessário toda uma preparação da parte dos pais e ainda Jack se exaltava devido ao trauma. As idas à escola foram descartas e consequentemente os poucos amigos de Jack se afastaram, restando apenas Nick. Nick é filho dos melhores amigos dos pais de Jack Peter e esse é o único motivo de eles ainda serem muito próximos.

A situação toda se torna mais atípica quando os pais de Nick resolvem viajar em uma segunda lua de mel e deixam o filho na casa de Jack. Durante esse período o pai de Jack começa a ver umas figuras estranhas e a mãe começa a ouvir vozes vindas do oceano.


A história faz uso de vários flashbacks para nos fazer entender o comportamento de Jack e Nick e também dos pais dos garotos, já que essas famílias estão envoltas em muitos mistérios...


O Menino Que Desenhava Monstros é uma leitura intensa, que te prende e te deixa mais curioso a cada página. Além disso é uma publicação da Darkside, que como sempre é muito cuidadosa com suas edições e os livros são sempre maravilhosos o que me deixa com mais vontade de ler ainda. A capa tem relevo no título e nos dentinhos, e no final tem um espaço para desenharmos nossos próprios monstros. Achei a ideia genial, mas infelizmente não tenho coragem de desenhar no meu precioso livrinho...

Ah! E para os amantes dos filmes de terror, este livro ganhará sua adaptação para os cinemas e será dirigido por James Wan (Jogos Mortais e Invocação do Mal)!


Você já conhecia esse livro? O que achou? Se ainda não leu, corre para ler, porque essa história é realmente excelente!

Obrigada pela visita e volte Sempre às Quatro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publi Nosso de Cada Dia